Uncategorized

O Lado Bom da Vida

Imagem

 

 

Pat Peoples, um ex-professor de história na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um “tempo separados”. 

Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, sua esposa negando-se a aceitar revê-lo e seus amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora um viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. 
À medida que seu passado aos poucos ressurge em sua memória, Pat começa a entender que “é melhor ser gentil que ter razão” e faz dessa convicção sua meta. Tendo a seu lado o excêntrico (mas competente) psiquiatra Dr. Patel e Tiffany, a irmã viúva de seu melhor amigo, Pat descobrirá que nem todos os finais são felizes, mas que sempre vale a pena tentar mais uma vez.

Um livro comovente sobre um homem que acredita na felicidade, no amor e na esperança.

Para o meu sexto livro, eu fiz o caminho inverso: Primeiro assisti ao filme no cinema e depois li o livro.

O resultado foi: O filme foi uma decepção que demorou um pouco mais para chegar.

Falando sobre o livro, é algo bem diferente do que eu estou acostumada a ler, não no sentido do estilo ser diferente, mas sim que é uma escrita diferente de todos os outros livros que eu li.

O livro conta a história de Pat Peoples, um cara com distúrbios psicológicos que passa a viver em função da esperança de conquistar a esposa de volta.

Pat acredita muito na felicidade, e acredita que tudo pode ter um final feliz, em que todo mundo fique feliz. O final feliz, para ele, é junto da Nikki, a esposa dele, e para isso ele deve se melhorar a cada dia, para que a Nikki o aceite de volta da forma como ela gostaria.

A narrativa é super interessante, pois é toda feita pelo próprio Pat, o que faz com que a história seja um pouco parada, porém conseguimos ver com os olhos de alguém que possui este tipo de distúrbio.

 

Eu gostei bastante do livro, mas como ando muito exigente com leituras, também não vai para a minha lista de melhor dos melhores! Mas ainda assim recomendo, pois a sensação de saber o que alguém com os problemas de Pat Peoples está sentindo, e como ele se recupera a cada dia e se desafia com tudo é, no mínimo, inspirador.

 

Nota: 7,0

Anúncios

Um comentário em “O Lado Bom da Vida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s