Uncategorized

A Menina que não Sabia Ler

Imagem

 

 

1891. Nova Inglaterra. Em uma distante e escura mansão, onde nada é o que parece, a pequena Florence é negligenciada pelo seu tutor e tio. Guardada como um brinquedo, a menina passa seus dias perambulando pelos corredores e inventando histórias que conta a si mesma, em uma rotina tediosa e desinteressante.

Até que um dia Florence encontra a biblioteca proibida da mansão. E passa a devorar os livros em segredo. Mas existem mistérios naquela casa que jamais deveriam ser revelados. Quem eram seus pais? Por que Florence sonha sempre com uma misteriosa mulher ameaçando Giles, seu irmão caçula? O que esconde a Srta. Taylor? E por que o tio a proibiu de ler?

Florence precisa reunir todas as pistas possíveis e encontrar respostas que ajudem a defender seu irmão e preservar sua paixão secreta pelos livros – únicos companheiros e confidentes – antes que alguém descubra quem ousou abrir as portas do mundo literário. Ou será que tudo isso não seria somente delírios de uma jovem com muita imaginação?

Essa resenha já havia sido postada em um outro blog que eu tive, mas hoje fui dar uma volta em uma livraria do shopping e descobri o segundo volume deste livro!

Achei que seria bom postar a resenha do primeiro, para relembrar! 🙂

 

A história é toda narrada pela própria Florence, uma menina criada na Blithe House (mansão pertencente ao tio). No começo do livro, Florence conta como é a vida na mansão e como é cuidar e amar tanto o seu meio-irmão, o pequeno Giles. Órfã de pai e mãe, seu tio e seu irmão são a família completa de Florence, porém este tio é muito distante e não conhece a sobrinha pessoalmente; ele se encarrega simplesmente de contratar criados e tutores para as crianças…

O tio de Florence dá ordens para que a menina nunca aprenda a ler, porém em um belo dia ela descobre que existe um “paraíso” conhecido popularmente como biblioteca na mansão, e desobedece as ordens do tio, se tornando autodidata e aprendendo a ler por conta própria. A partir daí a sua imaginação começa a fluir e a menina fica imersa nas aventuras de grandes escritores da literatura.

Mas aí ela aparece: a Srta. Taylor. Uma tutora misteriosamente contratada pelo tio de Florence (para substituir a tutora antiga que morreu afogada de forma macabra no lago da propriedade) e que chega para transformar em cinzas os dias da menina. Srta. Taylor é um amor de pessoa quando o assunto é Giles, mas faz de tudo para se indispor com Florence. Acontece que a menina tem certeza que a mulher está ali para levar seu irmão embora, pois ela demonstra ter um comportamento bem doentio quando vai de madrugada no quarto de Giles. Florence sabe que precisa tomar providências o quanto antes, ou então perderá seu irmão para aquela estranha mulher que parece monitorar todos os seus passos e esconder segredos sombrios. E Florence fará de tudo –mesmo – para impedir que isso aconteça.

Acho que uma palavra que define este livro é: SURPREENDENTE! Nada poderia definir melhor o livro, pois a partir de um certo momento, o autor descreve a história de uma forma que o leitor fica totalmente preso, sem fôlego, ansioso, enfim… vários sentimentos misturados vêm a tona!

A narrativa é simples, tranquila e te prende do começo ao final da história!

A menina faz, literalmente qualquer coisa, para ter seu irmão sempre por perto. E eu recomendo que leiam o livro para entender o que digo.

Anúncios

4 comentários em “A Menina que não Sabia Ler

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s