Resenhas

Trilogia A Seleção – Kiera Cass

DSC_0505

Oi gente!
Fiquei um tempo fora do blog, pois estava viajando, voltei na semana passada e agora já posso voltar com os posts! Aeee!

Como vocês já perceberam, hoje farei uma resenha sobre a Trilogia A Seleção, da Kiera Cass. Até pensei em fazer uma resenha para cada livro, mas com isso acho que a chance de dar spoilers seria muito grande. O meu foco maior vai ser no primeiro livro, pois assim consigo controlar a quantidade de spoilers, ok?

Essa é mais uma distopia, dessa vez sobre America Singer, uma moradora de Illéa, que é um país que vive sob um regime monárquico e é todo dividido em castas, de Um a Oito, onde Um é a casta Real, e Oito é a casta mais miserável.

America é de uma família que pertence à casta Cinco, onde todos têm como profissão a arte (música, pintura, etc) e ela vive um romance secreto com Aspen,  pertencente à casta Seis, onde o principal trabalho é servir. E isso faz com que o romance dos dois seja ainda mais complicado. Nessa sociedade, as famílias que arranjavam os casamentos e, por padrão, as mulheres deveriam se casar com homens de castas superiores. E por aí vocês já conseguem entender a confusão do romance entre os dois, né?

 “-Como é amar?
-É a coisa mais mais maravilhosa e terrível do mundo que pode acontecer com você. Você sabe que encontrou algo incrível e quer levar pra sempre consigo. E um segundo depois de ter aquilo, você fica com medo de perder

Nesse país existe um “Reality Show” chamado de A Seleção, onde 35 garotas de Illéa, independente de suas castas, vão disputar entre si pelo coração do príncipe Maxon e, consequentemente, pelo cargo de futura rainha de Illéa.

Com isso, Aspen vê a chance de America ter um futuro melhor do que ele poderia dar para ela, e a incentiva a participar e se inscrever. Claro que isso colocaria em risco todos os planos deles de se casarem e viverem juntos, e ela não queria isso de forma alguma.

DSC_0503

Vendo a relutância de America, Aspen decide terminar o namoro, mesmo com todo o amor que sente por ela, ele não quer deixá-la passando fome, e fazer com que ela viva sob as mesmas condições que ele, pois seria tudo o que ele poderia oferecer.
De coração partido e sob pressão de sua mãe, America decide se inscrever e, claro, seu nome aparece entre as 35 selecionadas!

Nesse momento o livro realmente começa! Nós vamos passar a conhecer um lado de America que até então não conhecíamos, e também conheceremos o príncipe Maxon ❤ ❤ ❤
America se mostra muito mais corajosa e, logo no primeiro encontro entre ela e o príncipe, já vemos traços de sua personalidade, já que ela deixa claro que ama outra pessoa, e a partir desse momento eles passam a ter uma cumplicidade incrível!

Espero que encontre uma pessoa sem a qual não possa viver. Espero muito. E desejo que nunca precise saber como é tentar viver sem ela.

A trilogia inteira trata tanto dos relacionamentos entre as garotas, com Maxon, Aspen, famílias, mas também trata de temas políticos, onde o palácio recebe ataques de rebeldes que estão descontentes com o tipo de governo atual. E o segundo livro mostra ainda mais a crítica àquela sociedade, deixando a família real inteira sob muita tensão.

O terceiro livro, por enquanto, é o desfecho de tudo! Isso porque foi divulgado que a nossa querida Kiera Cass lançará mais DOIS livros da série! E o próximo, chamado “A Herdeira“, está previsto para ser lançado no dia 05 de maio, pela Editora Seguinte!
E claro que a capa é tão maravilhosa quanto as outras, né?? ❤

CAPA-The-Heir

O que eu posso dizer para vocês é que eu li essa trilogia inteira em uma semana, e que eu AMEI!
Fiquei encantada com o Maxon, e sou totalmente a favor dele!
Mas durante todos os livros, eu fiquei com raiva da America, do Aspen (por inúmeras vezes) e até mesmo do Maxon, por algumas de suas atitudes. Me apeguei aos personagens de tal forma que chorei, sorri e me desesperei em cada partezinha do livro!

Pode partir meu coração. Mil vezes, se desejar. Sempre foi seu para machucar como quiser

As capas são lindas, a escrita da Kiera Cass também é leve e muito fácil, a diagramação está ótima.
Realmente não consigo pensar em grandes críticas para as histórias ou para os livros, fisicamente falando. São coisas tão mínimas que nem vale a pena mencionar!

Ps. Pensei em colocar o nome dos livros em cada trecho, mas achei que isso pudesse estragar alguma coisa.
 
Para quem quer uma distopia leve e rápida de ler, eu indico MUITO A Seleção!

Alguém aí já leu? Concordam com o que eu falei?
Me contem nos comentários!

Até mais! ❤
Anúncios

Um comentário em “Trilogia A Seleção – Kiera Cass

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s